fbpx

Slow Fashion

 em Moda, Slow Fashion

Revolução positiva no mundo da moda

Você já dever ter ouvido falar na expressão “Slow”, que simboliza uma desaceleração do ritmo. Aplicando esse conceito em nossas vidas, o “Slow” não representa apenas velocidade, mas toda uma forma de pensar diferente. É um movimento que está em alta no centro de todas as preocupações e que se aplica a diversas áreas. 

O primeiro setor a aderir a essa mudança de ritmo foi o alimentício, com o Slow Food, proposto pelo jornalista Carlo Petrini, em 1986. Na moda, esse movimento é uma alternativa à produção em massa e é denominado como Slow Fashion, criado em 2008, pela consultora e professora de Design Sustentável, Kate Fletcher. Assim como em relação à nossa alimentação, ele incentiva que tenhamos mais consciência dos produtos que consumimos, retomando a nossa preocupação com a maneira em que os artigos são produzidos, de modo a valorizar a diversidade e a riqueza de cada cultura.

A moda Slow também nos faz lembrar que moda é arte e sensibilidade. Ele defende a produção desacelerada, com respeito ao tempo de produção e às condições de trabalho de quem está envolvido. Tão importante quanto consumir com consciência, ele prioriza a compra de peças que terão de fato um aproveitamento muito maior, do que algo descartável que você vai usar apenas uma vez, ou nunca. Afinal, não precisamos de um guarda-roupa entulhado de tendências para ter estilo. Ok? Fashion é você ter looks autênticos e atemporais.

Modelo de Negócio Independente

Esse movimento que traz muitas ideias inovadoras ao mercado da moda traz uma maneira mais eficiente de se consumir ou fabricar de forma inteligente.

Uma característica marcante é o incentivo aos modelos de negócios locais e independentes, com designers independentes, roupas artesanais e com design autoral. São produtos feitos de maneira especial, com matérias-primas que fogem ao comum, que também oferecem a vitalidade e o significado para o que usamos.

Ah! Vale lembrar que o Slow Fashion também evidencia a baixa pegada de carbono, o que significa que os produtos não precisaram viajar por quilômetros até chegar à sua mão.  As roupas e acessórios que usamos expressam a nossa personalidade. A moda tem esse poder. Por isso, opte pelo Slow Fashion, um movimento que nos convida a refletir sobre o impacto de nossas escolhas. Ter estilo para nós é praticar um consumo consciente.

 

Postagens Recentes
0